Resenha: Feios - Scott Westerfeld

Autor: Scott Westerfeld
Editora: Galera
Páginas: 415
Lançamento: 2010
Classificação NPL: 5/5

Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.  
 


"Em um mundo de extrema perfeição, o normal é feio"

Tally Youngblood é uma feia. Ela e outras pessoas iguais a ela vivem em Vila Feia, o lugar para onde todos os habitantes da cidade são levados quando atingem a idade ideal.

Ao completar 16 anos, os feios sofrem uma verdadeira transformação. Mas não é uma mudança qualquer... Eles se transformam em perfeitos, mudam totalmente suas características. Sua transformação física é completa, e consequentemente, a mudança em suas vidas é total.

A cirurgia bancada pelo governo está, aparentemente, livre de qualquer suspeita. Após os procedimentos cirúrgicos, os agora perfeitos vão para Nova Perfeição. Lá tudo o que eles têm que fazer é se divertir e aproveitar ao máximo a vida, se preocupando apenas com qual será a festa do dia seguinte.

Tally mal pode esperar por sua transformação. Ela havia esperado por isso durante toda a vida, e tudo estava tão próximo que ela já começara a sentir o típico "friozinho na barriga".
 
Assim como a maioria dos feios, Tally vive burlando as regras e a se aventurar por áreas proibidas (incluindo Nova Perfeição). Em uma dessas aventuras, conhece Shay. Que assim como ela está prestes a se transformar. No entanto uma grande diferença marca o início da amizade das duas. Shay não quer se tornar perfeita.


Tally acaba descobrindo que há um mundo fora dos muros de Vila Feia e de Nova perfeição. Mas ainda não é capaz de decidir se quer embarcar nessa aventura com sua mais recente amiga, ou se fica e transforma seu sonho - o sonho de uma vida inteira -  em realidade. 

A série "Feios" é uma distopia. E quem me conhece sabe que eu realmente aprecio boas distopias, principalmente as que trazem algo novo (um exemplo é a minha trilogia favorita: Jogos Vorazes) e não desisto da série a menos que ela seja realmente ruim.

O primeiro livro desta série me cativou muito. Nunca havia lido nenhum livro do Scott Westerfeld, e realmente achei bem diferente a forma que ele usou para criticar os modelos atuais, e os estereótipos que são impostos pela sociedade
Confesso que a personagem principal - Tally - não me cativou muito, principalmente na sequência da série... Mas isto é assunto para a próxima resenha, a do segundo volume da série: Perfeitos.

A série é uma sextalogia, e já possui duas continuações publicadas. 'Perfeitos' e 'Especiais', e a editora Galera já divulgou a capa do quarto volume: 'Extras'.
 
Por enquanto é isso.

XOXO. Samella Cunha

2 comentários:

  1. eu me apaixonei pelo livro... li no começo do ano passado e foi um dos melhores livros '-'
    adorei a resenha, super completa.
    beijos
    boa semana
    Amy - Macchiato

    ResponderExcluir
  2. Li Perfeitos e Especiais e gostei muito da série, e nos mostra o quanto nos custa vver sem pensar. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir