Resenha: Delírio - Lauren Oliver

Autora: Lauren Oliver
Editora: Intrínseca
Páginas: 342
Classificação NPL: 5/5





Muito tempo atrás, não se sabia que o amor é a pior de todas as doenças. Uma vez instalado na corrente sanguínea, não há como contê-lo. Agora a realidade é outra. A ciência já é capaz de erradicá-lo, e o governo obriga todos os cidadãos a serem curados quando completam dezoito anos. As pessoas também enfrentam outras duras imposições das autoridades, como toque de recolher, fiscalização sobre as artes e intensivo controle através de escutas telefônicas e agentes nas ruas, sempre atentos a qualquer atividade suspeita.Lena Haloway acredita que todas essas regras são para o bem da população e aguarda ansiosamente o dia de sua intervenção. Essa é a coisa certa e esperada a se fazer. Mas tudo que ela conhecia e em que acreditava desmorona no momento em que Lena se apaixona por Alex. Faltando apenas noventa e cinco dias para sua intervenção, será que Lena ainda escolherá a cura?"


O universo é movido pelo amor, de uma forma ou de outra tudo está ligado a tal sentimento. Amor Mas o amor seria uma doença ou a cura para todas elas?

É uma nova era. Os sentimentos de antes ficaram para traz, os suicídios e diversas doenças foram exterminados e curados - quase- por completo. A "Amor deliria nervosa" foi oficialmente removida das pessoas.

Lena e Hana são melhores amigas desde quando eram crianças, e estão prestes à passarem pela intervenção para serem curadas. Em breve elas conhecerão seus futuros maridos. 

Na família de Lena corre o sangue contaminado pela doença: sua mãe fora contaminada, o que desencadeou uma série de problemas e tragédias. Não que ela tivesse resistido à intervenção. Pelo contrário, ela se submeteu a estas por diversas vezes, entretanto, sem sucesso. Ela preferiu a morte à possibilidade de viver sem amor.

Lena é constantemente atormentada por sonhos de sua mãe, caindo livremente pelo abismo, rumo à “liberdade”; obviamente ela está muito grata por estar prestes a ser operada. Com ela nada disso aconteceria, e ela se veria livre dos olhares acusadores que perseguiam diariamente todos os seus passos. 

Lena teme conhecer Alex em sua essência, já que algo inexplicável os liga de maneira intensa e inevitável. É aí que tudo se complica. 

Reviravoltas e encontros inesperados levam nossa protagonista um verdadeiro beco sem saída.

A ideia de Lauren Oliver foi louvável. Percebe-se que, ainda que relutemos em aceitar, há um fundo de verdade em suas afirmações. No mundo de Lena, o amor é proibido por ser apontado como a principal causa da maioria dos conflitos enfrentados pela humanidade. Toda a vida adulta é definida no momento em que, ao completar dezoito anos, eles recebem a cura do amor. Tudo acontece como deveria ser.

Mas Alex a faz explorar sentimentos inéditos, coisas que a sociedade condena e combate de todas as formas.

Maravilhosamente bem construída, a linguagem poética de Lauren Oliver - pouco apreciada por mim em Antes que eu vá - prevalece, e o mundo distópico é o cenário perfeito para sua nova série. Com personagens bem construídas e cativantes, o fim de “Delírio” nos deixa extremamente ansiosos pela continuação. É uma tortura ler as primeiras páginas de Pandemônio e ficar sem saber o que acontece a seguir.   Não há satisfação ao terminar a leitura, já que tomamos conhecimento de que a talentosa Lauren Oliver ainda tem muito mais a nos oferecer.






16 comentários:

  1. Realmente a idéia da Lauren de criar uma sociedade que encara o amor como algo ruim que deve ser exterminado foi incrível e totalmente inovadora. Ainda não li nenhum livro dela então não conheço o seu estilo de narrativa. Também não li nenhuma distopia, então você pode imaginar a minha curiosidade e vontade de ler Delírio.
    Essa capa é linda demais, parabéns à Intrínseca, e espero que os próximos volumes sejam lançados em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha ... Espero que eu goste do livro...
    Por ser uma autora desconhecida por mim, acredito que o livro seja bom ...
    (Minhas teorias)

    ResponderExcluir
  3. Nossa fiquei louca com essa resenha! Quero ler este livro, definitivamente. Preciso! rsrs.
    É uma ideia única... Levar o amor a esse patamar é algo que merece aplausos. Deve ser uma inovação na literatura, o que acredito, precisamos muito hoje em dia... As ideias dos livros estão ficando repetitivas e é bom ver algo completamente diferente. :)
    Parabéns pelo post, você escreve muito bem Samella!
    Tudo de bom para você!
    Abraços...

    ResponderExcluir
  4. Uau, a idéia que este livro traz é assustadora!
    A resenha me deixou completamente curiosa para saber o desfecho, quero muito ler este livro.
    Excelente postagem!
    Editoras e Livros

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é muito bom, gosto muito da narrativa da Lauren e gostei também do outro livro dela (Antes que Eu Vá).

    Ótima resenha :D

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  6. Quero muuuuuuito ler! Parece muito bom o livro *-*

    ResponderExcluir
  7. Primeira resenha que leio sobre esse livro e já me apaixonei!! Parabéns!! Estou louca para ler!!

    ResponderExcluir
  8. Acredita que nunca li nada da Lauren Oliver? Pois é sempre quis ler Antes que eu Vá, mas nunca consegui uma boa prom oção para ler o livro quem sabe eu não comece então por este?! A capa é linda!

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  9. Eu acho a história desse livro incrível, quero muito poder ler. A resenha me deixou com mais vontade de ler, muito bem feita.
    Bjus Lizi

    ResponderExcluir
  10. Quero muito ler esse livro, até fiquei babando por esse livro na livraria, mas estou com pouco tempo($). hauhauah
    E ainda não li antes que eu vá, mas já li o primeiro capitulo e me pareceu muito bom.
    E varias pessoas falam bem de ambos os livros, lauren oliver tá com tudo!
    Bjs, Emilly.

    sopensandoemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Aí que vontade de ler o livro. Amei a resenha... :) só to ouvindo coisas boas sobre o livro...
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Estou com muita, muita, muita vontade de ler Delírio! Tratar o amor dessa forma, como doença... Amo distopias! =)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  13. O enredo do livro faz muito jus ao título... tratar o amor como doença realmente faz muito sentido para algumas pessoas, mas ára outras isso é completamente delirante. Em geral, a capa é linda e a cada resenha que eu leio aumenta minha vontade de ler.

    ResponderExcluir
  14. Adorei a resenha! E o tem proposto pela autora é diferente do normal, por isso acho que irei gostar. Sem contar a capa, que é di-vi-na! =)

    ResponderExcluir
  15. Gostei da capa, da sua resenha. Li Antes que eu vá, e não curti muito não, achei o livro repetitivo e cansativo. Mas eu adoro distopia e esse livro me chamou atenção por ter um tema bastante diferente que é amor tratado como doença. Tenho vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  16. Eu amei a resenha e a capa é linda

    ResponderExcluir