Gossip Girl



Oi, gente! Ontem (sábado) era dia de resenha meu dia de resenha, mas como eu estava viajando, não deu pra fazer, então hoje eu vou recompensar vocês falando de uma coleção M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A: Gossip Girl!

Ganhei os livros de aniversário (depois de insistir muito, minha mãe acabou de dando, haha) e ontem eu li o último livro! Como são onze livros (na verdade, tem mais, mas eu ainda não comprei), eu não vou fazer resenha de cada um não, na verdade, eu vou comentar sobre a série de uma maneira geral... Então vamos lá...



“Adolescentes adoram fofocar em qualquer lugar do mundo, mas no mundinho fabuloso dos jovens da alta sociedade nova-iorquina as fofocas são sempre mais divertidas, sem que seja pelas suas roupas caras de estilistas famosos, pelas casas de férias em lugares hiperchiques, pelos litros de bebidas que consomem ou pelas brigas sem qualquer motivo. Em Gossip Girl, iremos conhecer o universo quase secreto dos alunos de tradicionais escolas particulares para meninas e meninos, onde nem mesmo os horríveis uniformes conseguem esconder a beleza desses afortunados. Todos moram nos endereços mais caros da cidade, em apartamentos suntuosos com vista para o Central Park. Herdaram os traços clássicos de suas famílias aristocráticas e não têm muito com o que se preocupar: podem beber à vontade, contanto que não deixem seus pais constrangidos; são inteligentes; têm toneladas de privacidade e, no máximo, ficam um pouco nervoso quando o assunto é sexo ou decidir em qual universidade irão se inscrever. Mas tudo sempre com muita classe, of course.
Considerada a Sex and the City para adolescentes, Gossip Girl é uma das séries mais lidas pelos jovens americanos, com mais de quatro milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos, que agora também poderão se deliciar com a alta dose de drama, romance, intriga e, claro, muita fofoca também na televisão: Gossip Girl ganha as telinhas em uma produção de Josh Schwartz, criador da série The O.C. 
Um dos motivos que torna esta série tão real é que sua autora, Cecily von Ziegesar, foi criada na alta-roda nova-iorquina e foi aluna de um dos mais chiques colégios da cidade, convivendo com pessoas tão requintadas, elegantes, fúteis e divertidas como os personagens que criou. Atualmente, ela escreve outros livros da série enquanto cuida dos filhos."




Não tenho muito o que falar, só o que eu posso dizer é que eu super recomendo! Vale a pena! Muita gente desanima ao pensar na quantidade de livros, mas eu garanto que são super fáceis de ler. Envolvente!

Os livros contam a história dos adolescentes da alta sociedade nova-iorquina! Eles podem TUDO, desde que não envergonhem os pais, então vocês já podem imaginar o que eles aprontam...

Blair, Serena, Nate, Dan, Vanessa, Chuck e Jenny (acho que é só) são os principais personagens! Eles participam das melhores festas, vão às melhores escolas, frequentam as melhores lojas, enfim, tudo que todos nós sempre sonhamos!

Como sempre, nada é perfeito! Os livros são repletos de brigas, (principalmente entre Blair e Serena, que sempre foram melhores amigas, mas que sempre encontram motivos para abalar a amizade), romance, pegação (acho que todos já se pegaram, kkkk, brincadeira) e fofoca, muita fofoca, sendo na maioria das vezes por conta da gossip girl, a garota do blog, que tem um site onde ela conta todos os escândalos em primeira mão (algumas vezes tem umas coisinhas um pouco exageradas, mas não é isso que é fofoca??!)!

Não vou dar mais detalhes para não soltar spoilers... Mas uma coisa eu vou ter que confessar: eu AMO a Blair! Ela é simplesmente a melhor! Sempre com as melhores roupas, os melhores sapatos (ela e Serena arrasam no visual!), os melhores planos e apesar de algumas vezes demorar um pouquinho, ela sempre consegue o que quer!

Super recomendo! Vale a pena!



2 comentários:

  1. Essa série é realmente boa! Mas não sei porque, em todos os livros, no começo eu tinha vontade de abandonar e depois só que me empolgava hauahua
    Mesmo assim, é uma boa recomendação :)

    Beijos,
    Abrigo Literário.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que ânimo em? Não ficou nem um pouco cansada não?
    Parabéns pela resenha(:

    ResponderExcluir