Resenha: A Hospedeira - Stephenie Meyer

Um romance inesquecível sobre a obstinação do amor e o significado de ser humano: 



"É um livro de ficção científica que não parece ficção científica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei nesse livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio ´eu´, pela família - o amor romântico e o amor platônico." - Stephenie Meyer

Melanie Stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. 
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.




A Hospedeira é um livro de ficção científica que onde a Terra é invadida por um inimigo não identificado. Esse inimigo pega os seres humanos, apaga a mente deles e dão uma nova vida ao corpo! 

Melanie foi pega pelos buscadores, que logo colocam uma nova alma no seu corpo, chamada Peregrina. Mel percebe que nem tudo está perdido! Ela ainda consegue influenciar (mesmo que só um pouco) a Peg! 

Peg, vendo que Mel ainda resiste, decide ceder às suas vontades e ir atrás de um grupo de humanos indicado por Tio Jeb antes dela ser possuída. Os refugiados se escondem dos buscadores para não terem o mesmo fim que a maioria dos humanos da Terra. 

Peg/Mel não suporta a longo caminho que tem percorrer para chegar ao seu destino e acaba desmaiando, mas logo é resgatada por tio Jeb e pelos outros! 

A partir daí que a história realmente fica boa! Será que Peg/Mel será aceita pelos humanos, já que agora ela também é um deles? Além de correr risco de não ser aceita, Peg descobre que Melanie nutria uma paixão por Jared e percebe que agora essa paixão também faz parte de sua vida... Como será esse triangulo amoroso? 

A Hospedeira é um livro realmente muito bom! O início é um pouco confuso, mas vale a pena suportar essa pequena confusão, pois a história foi muito bem elaborada! Eu sou suspeita para avaliar um livro de ficção cientifica, já que um dos meus gêneros preferidos! 

Pra quem, assim como eu, é fã de ficção e romance, eu super recomendo a leitura!

1 comentários:

  1. Oi, flor!

    Esse livro eu já li há um tempo, ele é muito bom, pelo menos na minha opnião, e eu adoro essa autora, amo todos os livros dela.


    Caah (Open Mind)
    http://openmindbook.blogspot.com/

    ResponderExcluir