Resenha: A mulher de preto



Arthur Kipps, um jovem advogado, é chamado para acompanhar o funeral da Sra. Alice Drablow, a única moradora da Casa do Brejo da Enguia, localizada em uma região remota da Inglaterra. Enquanto trabalha na isolada propriedade, Kipps descobre trágicos segredos ocultados por suas janelas fechadas. Ao vislumbrar uma jovem e sofrida mulher vestida de preto, uma arrepiante sensação de desconforto começa a tomar conta dele, um sentimento que cresce com a relutância dos moradores locais em falar sobre a estranha figura e seu terrível propósito.




Título: A Mulher de Preto

Autora: Susan Hill
Nº de páginas: 207
Editora: Record 
Avaliação: ♥♥♥♥



O livro narra o relato de Arthur Kipps, um advogado que ainda hoje se vê atormentado pelos acontecimentos passados. A única maneira que ele encontra pra tentar extrair as memórias de sua mente é colocando-as no papel.

Há alguns anos Arthur foi mandado pelo seu chefe a um lugar remoto na Inglaterra para comparecer ao enterro da Sra. Drablow. Lá ele teria que investigar os papéis na sua antiga casa e levar o que for necessário.

Durante o enterro pouquíssimas pessoas estavam presentes. Devido a estranheza da situação Arthur sente-se compelido a conversar e tentar ajudar a única senhora ali presente. Ao final da cerimônia, porém, ele não encontra a senhora enlutada. 

Ao conversar com um companheiro sobre a sua comoção pela mulher que vira a pouco, o homem olhou-o desconfiado, mudando sua expressão repentinamente. Mesmo sabendo que algo havia acontecido e que ninguém iria lhe contar nada, Arthur se mantém decidido e vai à Casa do Brejo da Enguia resolver o quanto antes sua situação.

O que Arthur não sabe é que a casa é rodeada de mistérios e perigos...

O livro transcorre de maneira simples, com alguns momentos que realmente deixam o leitor um pouco receoso, mas nada exagerado. Em algumas situações há excesso de descrições, mas creio que seja para criar a atmosfera de terror que está presente durante toda a leitura.

A trama é envolvente, sem dúvidas. A capa é lindíssima, transmite a mensagem exata do livro. Possui uma linguagem simples, tornando a leitura leve... A única coisa que me decepcionou foi o fato da leitura manter-se parada em determinadas partes. 

Recomendo pra quem procura um livro de suspense e mistério... 

2 comentários:

  1. Olá,
    A mulher de preto é
    um dos proximos livros
    que quero ler.
    Tem uma ótima premissa.
    A resenha ficou show, mt boa!

    Lucas / Era uma vez...
    livrosecontos.blogspot.com

    ResponderExcluir