Lançamentos: Grupo Editorial Pensamento

Oiiii! Lançamentos do Grupo Editorial Pensamento:
Cultrix


Livro reúne emocionantes histórias de pessoas que se curaram do câncer através da fé

Autores da obra oferecem estratégias comprovadas para superar dificuldades e descobrir dádivas que a doença pode trazer para a vida dos pacientes 

A palavra ‘câncer’ causa calafrios e olhares de horror nas pessoas, mas, para tranquilizar estes sentimentos, a Editora Cultrix acaba de lançar o livro “Fé, Esperança e Cura”. Bernie Siegel e Jennifer Sander, autores da obra, mostram que a doença pode ser uma oportunidade de recomeçar, transformar e restabelecer uma nova vida. 

Na obra, são apresentadas diferentes histórias de pacientes que seguiram suas orientações e não só se curaram do câncer, mas também descobriram que, apesar da vida cheia de obstáculos, a fé é um componente poderoso na hora da recuperação. 

Entre as lições inspiradoras, está a de uma mulher que soube que o seu câncer de mama havia voltado no mesmo dia em que perdera a luta pela guarda dos três filhos. E ainda, um veterinário bem-sucedido, que tinha um câncer na garganta, conta como a doença o ajudou na sua profissão e com os animais de estimação. 

Essas e outras histórias têm o intuito de despertar uma compreensão mais profunda da doença, além de auxiliar os leitores a terem coragem de assumir o próprio controle no processo de cura, começando assim a construir um hoje mais autêntico e pleno de realização, para seguir em frente por longos anos. 

“Fé, Esperança e Cura” demonstra que a doença pode permitir às pessoas a viverem a vida ao máximo e que o sofrimento irá ajudá-las a se redefinir. Acima de tudo, o livro é um incentivo e inspiração para as pessoas eliminarem seus medos e aceitarem que a morte não é a perda de uma “batalha”.
Sobre os autores:

Dr. Bernie Siegel faz palestras por todo o mundo, coordena seminários e dedica-se a humanizar a educação e o atendimento médico. Escritor de livros clássicos no campo da saúde e da cura, Siegel vem, através das suas publicações, educando pacientes de câncer sobre a importância da vida espiritual para a aceitação e a recuperação da doença de forma positiva.

Jennifer Sander e suas obras já foram destaque na CNBC, CNN, The View, USA Today, Fortune Small Business e Fox News, entre outros veículos de comunicação.

Jangada


Como (quase) Namorei Robert Pattinson, da Editora Jangada, traz uma história cheia de paixões, aventuras, reviravoltas e humor 

Carol Sabar, autora do livro, conta a vida de Duda e sua obsessão pelo astro de Hollywood, que interpreta o charmoso vampiro Edward Cullen, da Saga Crepúsculo
Que atire a primeira pedra quem nunca sonhou, ou melhor, quem nunca desejou fazer parte da vida de seu ídolo de alguma forma. Duda, personagem do livro Como (quase) Namorei Robert Pattinson, da Editora Jangada, não é diferente. Mas a vontade incontrolável de conhecer pessoalmente o galã, que interpreta o doce e sedutor vampiro Edward Cullen, da Saga Crepúsculo, fez sua imaginação ir às alturas. “Quando abro os olhos, ali estou eu, deitada de bruços na areia da praia. E Robert Pattinson está passando óleo bronzeador nas minhas pernas...”. Para ela, tudo isso não era apenas um sonho e sim o início de uma saga interminável para conhecer pessoalmente e, se possível, ter em seus braços o grande astro de Hollywood. No meio desta história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, o que ela menos esperava era encontrar um garoto, sósia de Robert Pattinson, que acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio ator. 

O livro, da autora mineira Carol Sabar, traz a história de Duda, uma menina de 19 anos, viciada na Saga Crepúsculo. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras garotas que, assim com ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen. Sua obsessão pelo ator ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde começa a fazer planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson. Mas, depois de um incidente com seus únicos e insubstituíveis livros da série, Duda entra num verdadeiro surto de desespero e percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente. 

O que Duda não imaginava, no meio dessa história, era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan que é a cara do ator Robert Pattinson. A partir daí, sua busca incansável por um dos maiores ídolos da nova geração acaba mudando de foco e o próximo alvo passa a ser, de acordo com ela, o apaixonante, lindo, rico e misterioso Miguel. 

Agora só resta saber: será que o “verdadeiro” Robert Pattinson havia perdido o encanto para Duda? Será que ela conseguiu ficar cara a cara com seu grande ídolo? E Duda e Miguel Defilippo, o sósia do astro, ficaram juntos e viveram felizes para sempre? Carol Sabar, conta de maneira leve e bem humorada esta história única e encantadora. “Os leitores podem esperar boas risadas. Uma leitura despretensiosa, leve, com pitadas de suspense, muitas aventuras, paixões e principalmente, muitas reviravoltas”, afirma a autora. De acordo com ela, os fãs mais apaixonados pela saga Crepúsculo vão se identificar. “A Duda é inspirada em todas as garotas que sonham em encontrar o vampiro encantado de suas vidas, já que o príncipe no cavalo branco está tão fora de moda”, diz.

Sobre a autora:

CAROL SABAR é mineira de Juiz de Fora, ama café, pão de queijo e biscoito de polvilho, e sempre diz “É logo ali, uai!”, mesmo se faltarem uns bons quilômetros. É engenheira por formação, adora viajar, tocar piano e violão, e assistir a seriados como Friends, Seinfeld e Gossip Girl. Foi voltando do trabalho, parada no trânsito engarrafado, que Carol teve a primeira ideia deste livro: a imagem de Robert Pattinson passando óleo bronzeador nas pernas de uma fã. Ficou rindo sozinha até chegar em casa e, imediatamente, começou a escrever.

Trecho do Livro:
“Quando abro os olhos, ali estou eu, deitada de bruços na areia da praia.
E Robert Pattinson está passando óleo bronzeador nas minhas pernas (...) Partindo do princípio de que não estou ficando louca, então... Já sei! Eu Morri! E papai e mamãe (...) devem estar se debulhando em lágrimas, debruçados sobre meu caixão vermelho, branco e preto (as cores da saga Crepúsculo) enquanto recordam, aos soluços, os momentos felizes de nossa vida juntos”

"Ah, tudo bem. Eu confesso. O negócio é que estou apaixonada por Edward Cullen, o vampiro encantado da saga Crepúsculo, e por Robert Pattinson, o ator que o interpreta nos cinemas. Sei que é uma grande loucura, que o primeiro não existe e o segundo não sabe que eu existo. Mas, depois deles, nenhum homem parece suficientemente perfeito para mim. É isso aí. Pronto, falei."

Sobre o Grupo Editorial Pensamento 

O Grupo Editorial Pensamento, reconhecido pelo pioneirismo e inovação na seleção de temas e títulos para publicação, nasceu em 1907 com a criação da Editora Pensamento. Seus livros têm influenciado várias gerações ao abordar temas como espiritualidade, autoajuda, esoterismo e saúde. Em 1956, foi fundada a Editora Cultrix, com o objetivo de lançar títulos voltados para a área de ciências sociais e humanas, especialmente literatura, linguística, sociologia, psicologia, administração e marketing. Hoje, figura entre as editoras que mais contribuem para o fortalecimento de uma cultura voltada à sustentabilidade. Em 2009, foi adquirida a Editora Seoman, que publica livros nas áreas de biografias, moda e cultura pop. Esse ano, com o objetivo de alcançar novos espaços e ampliar o público leitor, o Grupo Editorial Pensamento lança o selo Jangada, com títulos nas áreas de ficção fantástica e histórica.
 
 






2 comentários:

  1. Esse livro Como (quase) Namorei Robert Pattinson parece ser bem engraçado, espero poder ler..

    Bjs ^^

    ResponderExcluir
  2. COMO QUASE NAMOREI ROBERT PATTINSON PARECE SER ÓTIMO!

    BJINHOS!

    Swan
    @swannx
    Bem pra Mente

    ResponderExcluir